A Bíblia, o estupro, e o homem evoluído.

 

Violence victim

 

       Teoria da evolução, quem nunca ouviu falar? Tal teoria afirma que as espécies “evoluíram” de uma única espécie em comum! Assim disse Charles Darwin, o “PAI” do pensamento evolucionista.  Será que ele estava certo? Será que todos as espécies vieram de um peixinho lá do fundo do mar? Teriam os “casais” de animais, combinado para evoluírem juntos, para milhões ou bilhões de anos depois combinarem perfeitamente?

       A “teoria” não pode ser provada em absoluto, por isso é chamada de  teoria! Mesmo assim, seduz os ingênuos. Todas as vezes que ouço, leio ou vejo algo a respeito deste pensamento, mais creio na Bíblia. Penso comigo:  Seriam os egípcios construtores das pirâmides menos evoluídos do que os homens modernos? Quem sabe os construtores de Gobekli Tepe, 12.000 anos atrás,  eram menos inteligentes ( pesquise no youtube)? E os achados em Ebla, na Síria? E as construções romanas antes de Cristo, sem cimento, sem ferro, e até hoje, algumas continuem de pé?  Parecem obras de um homem evoluído? Curiosamente a arqueologia tem cada vez mais provado que o homem sempre foi muitíssimo inteligente!

       Talvez, até aqui você não tenha concordado comigo, e nem é a minha intenção que concordes! Entretanto, quero agora falar do ponto que mais aponta para a “não evolução” do homem, pelo contrário, prova que o homem sempre foi o mesmo e sempre será o mesmo. Mas o que seria? Simples, chama-se “PECADO“. A história do homem, acima de tudo precisa ser lida através da ótica do pecado, assim como a Bíblia afirma ( Romanos 3.23). Vamos pensar nisso, lembrando dos últimos acontecimentos em nosso país. Nossa nação  ficou chocada com  o episódio da adolescente “ESTUPRADA” por cerca de 33 homens! Homens “evoluídos“? Gostaria de poder perguntar a Charles Darwin sobre este assunto. Perguntaria para o pai do evolucionismo a razão do homem “não evoluir” em sua natureza pecaminosa. Por que os homens não deixam de ser pecadores, já que supostamente estamos evoluindo? Por que muitas vezes os homens parecem ser piores do que animais “irracionais”!? Mais estarrecedor é saber que dezenas estupraram e milhares apoiam nas redes sociais, com a justificativa do passado sombrio da adolescente. Justifica-se tal ato? Somente pessoas desprovidas da completa “moral” tentam justificar uma barbárie dessas. E tal acontecimento, seria apenas um fato isolado no Brasil, ou algo que tristemente acontece em outros países, como na Índia?

       Muitas vezes, quando as coisas acontecem, lembro-me das palavras sábias do rei Salomão em Eclesiastes, assim ele disse: “Há alguma cousa de que se possa dizer: Vê, isto é novo? Não! Já foi nos séculos que foram antes de nós (Eclesiastes 1.10)“. Para nossa tristeza, Salomão estava muito certo, pois o homem acaba repetindo tudo, tanto o que é bom, porém, também o que é mau. Isso só prova que o homem sempre foi o mesmo, e acaba repetindo tudo, de uma forma ou de outra, mas principalmente o “PECADO“. Vamos pensar em exemplos bíblicos.

       Quando lemos o primeiro livro da Bíblia, o livro de Gênesis, encontramos a história de Sodoma e Gomorra. Esta famosa história, encontra-se no capítulo 19 do já citado livro do princípio. Curiosamente, Deus e dois anjos “materializados” haviam almoçado na casa de Abraão, provando que não estamos tratando de uma visão, mas literalmente da presença física de Deus e também os dois anjos (Gênesis 18.1 – 18.8). Não discutiremos aqui  o corpo físico “permanente” dos anjos ou Deus, mas que temos um caso claro de que eles estavam materializados, não há dúvida. Quanto lemos Gênesis 18.22, percebemos que o Senhor ficou conversando com Abraão, enquanto os dois anjos dirigiram-se para Sodoma, Gênesis 19.1. E o que aconteceu lá em Sodoma? Os anjos, em forma de homem, chegaram e foram instados a  pernoitar na casa de Ló ( Gênesis 19.2). E o que os homens da cidade de Sodoma queriam fazer? Basta ler as claras palavras dos mesmos, quando disseram: ” ...e chamaram Ló e lhe disseram: Onde estão os homens que, à noitinha, entraram em tua casa? Traze-os fora a nós para que abusemos deles”Literalmente os homens queriam estuprar os anjos em forma humana! O dicionário define bem por “sodomizar”. Pergunto a você, amigo leitor, qual é a diferença dos homens de Sodoma para os 33 homens que estupraram a adolescente? Os casos estão separados por milhares de anos, mas qual é a diferença Darwin? Onde está o homem evoluído?

       Outra triste história é-nos contada em Juízes, e neste triste fato,  o estupro foi consumado, e para espanto do leitor, por muito mais homens do que os 33, provando-nos que o homem sempre foi o mesmo, PECADOR! No livro de Juízes, capítulo 19 encontramos a história do levita e sua concubina. Diz as Sagradas Escrituras que o levita e a concubina estavam pernoitando na  cidade de Gibeá, na casa de um velho homem. Ali, a noite os homens da cidade bateram à porta do velho senhor e pediram para “abusar” do levita (homem). O velho homem intercedeu e pediu que não fizessem tal loucura, mas nada adiantou, então o levita acabou tragicamente entregando a concubina (mulher)  para aqueles homens. Para espanto do leitor, a Bíblia diz que os homens de Gibeá abusaram a noite toda daquela mulher, de maneira que ao amanhecer ela estava morta, pelo abuso sexual ocorrido (Juízes 19.25,26). Não foram 33, foram centenas de homens que comentaram a tal loucura. Repito, onde está o homem evoluído? Onde encontraremos um “homem melhor”? Antes de Cristo ou depois de Cristo, uma palavra define o homem: PECADOR. Nesta história, descobrimos que a mulher morta, foi cortada em 12 pedaços e os pedaços foram mandados para cada tribo de Israel, para proclamar a que ponto o homem chegou…Houve uma reação severa, e os homens de Gibeá receberam a sentença de morte! E hoje? Impressionante é que alguns aplaudem o ato insano…O último versículo do livre de Juízes diz que naquele tempo “cada um” fazia o que bem queria ( Juízes 21.25). Parece haver diferença para os nossos dias?

       Por isso, não iludo-me com Darwin, pois a Bíblia é sempre verdadeira, e todo homem falho! Não há nada novo debaixo do sol. Esperamos justiça exemplar. Primeiramente, a dos homens, mas acima de tudo, a de Deus, que há de julgar todas as coisas no juízo final.

(E.P.P)

 

Anúncios
Categorias: Reflexões | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe seu comentário ou sua pergunta / resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.