É possível pedirmos perdão a Deus, mas não sermos salvos?

perdão

     Sim, é possível! Existem pedidos de perdão sem salvação!Você concorda ou não com a colocação? Seria algo sensato e bíblico tal afirmação ou um delírio do escritor? Vamos com calma, ok? Principalmente em razão de termos a responsabilidade em apresentar um pensamento fundamentado na Bíblia, muito mais, fundamentado em toda a Bíblia, não apenas na “teologia do eu acho, eu penso que é assim”. Portanto, convido-lhe a acompanhar a leitura até o fim!      Muitas pessoas confundem Deus com um bonachão, ou um velhinho de barbas brancas que sempre quer fazer o bem, não importa a quem, logo, qualquer pedido de perdão é aceito por ele, independente da forma que tenha sido feito! Seria isso uma verdade? As pessoas estariam certas? Já perceberam  que as pessoas costumam sempre dizer assim: “Fulano morreu, hoje está com Deus”! Eu nunca ouvi alguém dizer: “Fulano morreu, agora está no inferno (presença de Deus em ira). A frase dita pelas pessoas sempre aponta para um Deus bondoso, que recepciona no céu qualquer um, de qualquer jeito.

     O grande problema é que o próprio Deus, o Deus da Bíblia diz que as coisas não funcionam assim. Ele não é movido pelo nosso achar, nosso pensar, Ele é o que é! Quando começamos a observar as Sagradas Escrituras, descobrimos que o Deus Pai não perdoa “NENHUM” homem ou mulher se não for através do seu próprio Filho Jesus, o Deus conosco. Não basta apenas dizer: Deus, me perdoe! A questão é muito mais séria, para Deus perdoar, é preciso que os homens conheçam quem é Jesus, que os homens conheçam o sacrifício feito na cruz pelo nosso Senhor Jesus. Notemos o testemunho do próprio Deus Filho, ele diz em João 14.6: ” Eu sou o caminho, e a verdade, e a vida; NINGUÉM vem ao Pai senão por mim.”   O que Jesus quis dizer com “NINGUÉM“? Percebam que nas palavras do Senhor, não existe meio termo, Ele não diz “alguns” homens podem ir ao Pai sem mim, Ele diz que NENHUM homem pode ir ao Pai, senão for por Ele. Então, como alguém pode pedir um perdão direto ao Pai, sem passar pelo Filho? Não há maneira, pois caso houvesse, Jesus seria mentiroso! O interessante de João 14.6 é descobrir que é uma resposta dada a Tomé, justamente sobre a questão de como um homem pode conhecer o caminho para ir até Deus.

     Outro bom texto é encontrado em João 6.37, que diz: “Todo aquele que o Pai me dá, esse virá a mim, e o que vem a mim, de modo nenhum o lançarei fora.” É preciso perceber neste texto que o Pai não recebe ninguém, senão for pelo Filho, note que o Pai conduz ao Filho, e o que é levado ao Filho é que tem salvação, confira com João 6.40. Quando lemos o evangelho de João, descobrimos em muitos textos que não há uma ligação direta dos homens ao Deus Pai, mas qualquer homem ou mulher salvos, precisam conhecer o Filho. Portanto, como poderíamos ser perdoados sem conhecer a Jesus e o seu sacrifício na cruz?

     Em Romanos 5.10 encontramos mais luz para a questão, pois o apóstolo Paulo diz que nós éramos “inimigos” de Deus, mas a reconciliação com o Deus Pai foi feita pelo Deus Filho, mediante a sua morte, seu sangue derramado. Logo, a reconciliação com Deus não pode vir somente através do pedido de “perdão”, mas é feita somente  através de Jesus. Não há incoerência apresentada por João 6.37, 14.6 e Romanos 5.10. Em todos os textos é-nos apresentada com bastante clareza que não existe perdão, não existe salvação fora de Jesus Cristo.

     Vamos para alguns exemplos bem claros que as Escrituras nos mostram. Vejamos o caso de Cornélio (Atos 10.1-2). Neste texto encontramos o escritor fazendo elogios a Cornélio, dizendo que o mesmo era “temente a Deus”, piedoso, caridoso e que orava a Deus. O que mais ele precisaria para ser salvo? Certamente de Jesus, pois um homem não pode ser salvo sem conhecer a Jesus como seu Senhor! Note que Deus mobiliza Pedro para ir até a casa de Cornélio, não somente mobiliza, mas o conduz para que apresente a Jesus, pois NINGUÉM pode ir ao Pai, senão for pelo Filho. Confira com Atos 10.34-43, também Atos 11.11-14. Cornélio era um homem bom, mas perdido, pois não conhecia a Jesus como Salvador, só foi salvo quando conheceu nosso Senhor.

     Como último exemplo, cito os próprios Judeus, que falavam milhares de vezes o nome de Deus, pediam perdão para Deus…Todavia, quando negaram o Filho foram salvos? Poderiam ter perdão negando o Filho, não reconhecendo o Filho como Senhor e Salvador(I João 5.12)? Os pregadores do Novo Testamente entendiam que todos eles precisavam conhecer a Jesus, como qualquer homem precisa conhecê-lo para ter o verdadeiro perdão. Seguindo este pensamento, os pregadores entravam nas sinagogas e apresentavam Jesus como Senhor e Salvador…Deus não é um bonachão ou um velhinho de barbas brancas, Deus é o “EU SOU O QUE SOU”. Nós não o mudamos pelos nosso achar ou pensar, por isso precisamos descobrir que Ele escolheu seu Filho para nos amar, perdoar e salvar…

E.P.P

Anúncios
Categorias: Apologética, Reflexões | Tags: , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe seu comentário ou sua pergunta / resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.