Ressuscitados, porém esquecidos (II).

       O texto de Mateus 27.52,53 é extraordinário e singular! Em toda a Escritura Sagrada não encontraremos um exemplo semelhante ou igual, pois somente Mateus registra uma “ressurreição coletiva“, diferentemente das outras ressurreições, pois sempre foram de “uma só pessoa“. Só este detalhe já é suficiente para não deixarmos o texto sem uma boa reflexão, pois que ligação tem a morte do nosso Senhor Jesus Cristo com esta ressurreição coletiva?

       Na leitura de Mateus 27.52,53, encontramos o evangelista mencionando que os ressurretos eram “santos”! Como já disse na primeira parte do artigo, não podemos ser enganados pelo conceito brasileiro que temos da palavra, pois Mateus de forma alguma quis dizer que aquelas pessoas nunca haviam pecado, pois a Palavra de Deus é clara em nos mostrar que todos são pecadores, sem exceção (Romanos 3.23 e Romanos 5.12). Outra coisa importantíssima é saber que a morte é consequência do pecado, ou seja, morremos porque pecamos!!! Foi exatamente isto que Deus disse a Adão: – …porque no dia em que dela comeres, certamente morrerás ( Gênesis 2.17). O aviso de Deus fora claro, a morte viria, caso o homem comesse da árvore do conhecimento do bem e do mal. Não somente morte física, mas também morte espiritual! Pense comigo: Quantos homens conseguem escapar da morte, quantos conseguem enganá-la? NENHUM, deve ser nossa resposta. E porque nenhum homem escapa da morte? A resposta é dada por Paulo em Romanos 5.12 e Romanos 6.23. Entretanto, por qual razão falamos um bocado sobre esta questão? A razão é fortíssima, pois aquelas pessoas estavam MORTAS, sequencialmente foram ressuscitadas no dia da morte no nosso Senhor Jesus Cristo.E se estavam mortas, não poderiam ser “SANTAS” no sentido de nunca terem pecado, pois se nunca tivessem pecado, não poderiam estar MORTAS!

       O texto que estamos meditando fora escrito em grego, assim Mateus inspiradamente  usou a palavra (ἁγίων -Mat 27:52 BGT), que traduzida para a nossa língua pode significar: “separados, dedicados“. Mas qual seria a importância disso na questão debatida? Com certeza a importância é fundamental, pois Mateus estaria deixando claro que somente alguns “separados” foram ressuscitados“, não fora uma ressurreição qualquer, mas previamente definida, pois  quem é “separado”, não pode ser “separado” por si mesmo, mas precisa de quem o “separe”. E quem os separou? E qual seria a ligação da morte do Senhor com os “separados, dedicados”? Outra coisa importantíssima é descobrirmos que Mateus usou a palavra santos (ἁγίων) apenas “UMA”  vez em seu evangelho (BGT), exatamente no texto no texto que estamos refletindo.

      Quando observamos o contexto um pouco mais abrangente, ou seja, versículos para cima e versículos para baixo, podemos caminhar mais nos pensamentos inspirados de Mateus, pois no verso 51 Mateus escreveu: “Eis que o véu do santuário se rasgou em duas partes de alto a baixo…” O véu mencionado por Mateus separava um lugar do Tabernáculo e depois no Templo chamado de “SANTO DOS SANTOS”, tal lugar representava a presença de Deus e  só poderia ser visitado uma vez por ano, e somente pelo SUMO SACERDOTE! O Sumo Sacerdote entrava no Santo dos Santos no “DIA DA EXPIAÇÃO“, dia  em que sangue simbolicamente  era derramado sobre o propiciatório para perdão dos pecados do povo (Hebreus 9.7,8). Considerando isso, entendemos que Mateus está apontando que JESUS é o último SUMO SACERDOTE, entretanto, diferente de todos os demais, pois ele entra no SANTO DOS SANTOS pela última vez, rasgando o véu entre Deus e o povo! Muito mais, que nosso Senhor derramou o próprio sangue na presença de Deus para perdoar pecados.  Mas como isto se relaciona ao nosso assunto? 

       Estaria Mateus mostrando que o sangue derramado pelo Senhor perdoou pecados dos “separados”, apenas deles? Pois eles só poderiam vencer a morte se não tivessem mais pecado! Mas como não teriam mais pecado? Não teriam mais pecados se fossem perdoados todos os seus pecados! Mas por quem e quando? Não faz um intenso sentido com a morte do Senhor Jesus Cristo? Que somente ele poderia realizar extraordinária cousa? O texto de Mateus não estaria intimamente ligado ao profeta Isaías? Aliás, é o profeta mais citado por Mateus!!! Vejam o que disse o profeta sobre a morte do Senhor: ” …contudo levou sobre si o pecado de MUITOS,  e pelos transgressores intercedeu (Isaías 53.12).” Por que o profeta diz que o Senhor levaria sobre si o pecado de MUITOS e não de TODOS? E quem seriam os MUITOS? Seriam os “santos” (ἁγίων), separados? 

       Sem dúvida o texto é maravilhoso e precisa ser estudado com atenção, extrema atenção! Mateus não estaria demonstrando parcialmente o que será feito pelo Senhor no último dia? Dia em que haverá uma “RESSURREIÇÃO COLETIVA” ainda maior? Não apenas dos santos, mas também dos incrédulos (João 5.28-29)? Porém, ele não estaria apontando que a morte do Senhor tem intima ligação com os “SEPARADOS, DEDICADOS”?

      Numa última menção ao texto é preciso dizer que os santos mencionados pelo evangelista são vistos por “muitos”, dando-nos uma indicação que eles não voltaram a viver normalmente, apenas foram vistos,  e isso, no dia da ressurreição do SENHOR! As pessoas da época não foram testemunhas apenas da ressurreição do Senhor, mas também destes santos ressuscitados. O que nos parece é que os ressurretos foram tomados para DEUS, em semelhança a ENOQUE, ELIAS e também MOISÉS. Os mesmos aguardam já com seus corpos a segunda vinda do SENHOR.

      Com certeza há muito ainda a ser meditado, no entanto, pararemos por aqui! Lembrem-se de conferir todos os textos mencionados!

       SOLI DEO GLORIA

       (E.P.P)

Anúncios
Categorias: Confira | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe seu comentário ou sua pergunta / resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Blog no WordPress.com.