Cristãos dos tempos de perseguições…

     Como é fácil ser cristãos no Brasil! Temos liberdade religiosa, que  muitos países jamais tiveram! Temos conforto, tranquilidade e praticamente nenhuma perseguição! Difícil era a vida dos cristãos dos tempos de perseguições…Seguem alguns relatos do escritor John Fox, do famoso livro “O LIVRO DOS MÁRTIRES“. Compare o que esses cristãos viveram e como nós vivemos…

     Perseguição sob o imperador Trajano, em 108 d.C – Muitos foram crucificados no monte Ararate, coroados de espinhos e traspassados com lanças, numa imitação da paixão de Cristo. Eustáquio, um valente comandante romano, com muitos êxitos militares, recebeu ordem do imperador para unir-se  a um sacrifício idólatra em celebração a uma de suas próprias vitórias. Sua fé, porém (pois era cristão), era maior que a sua vaidade, e ele, nobremente, recusou-se a comparecer. Enfurecido pela negativa, o ingrato imperador esqueceu-se dos serviços do destro comandante e ordenou o seu martírio, bem como o de toda a sua família.

     Sob a perseguição de Diocleciano, em 303 d.C – Timóteo, diácono de Mauritânia, e sua mulher Maura, mal haviam completado três semanas de união matrimonial, quando se viram separados pela perseguição. Timóteo, preso por ser cristão, foi levado perante Arriano, governador de Tebas, que, sabedor de que ele estava de posse da Sagrada Escritura, exigiu que entregasse para ser queimada. Ao que Timóteo respondeu: “Se eu tivesse filhos, preferiria antes entregá-los ao sacrifício, que me separar da Palavra de Deus”. O governador, grandemente irado com esta contestação, ordenou que lhe arrancassem os olhos com um ferro em brasa, dizendo: “pelo menos os livros não terão mais utilidade para você, pois não será capaz de lê-los”.Depois Timóteo foi morto de forma torturante.

     Perseguição sob Aureliano, em 274 d.C – No ano de 286 d.C, teve lugar um acontecimento dos mais notáveis registrados nos anais da igreja. Um legião de soldados, compostas de seis mil seiscentos e sessenta seis homens, era totalmente constituida por cristãos. Era chamada tebana porque os homens haviam sido recrutados em Tebas. Estiveram alojados no Oriente até que o imperador Maximiano ordenou que se dirigissem as Gálias, a fim de o ajudarem contra os rebeldes de Borgonha. Passaram os Alpes, entraram nas Gálias, sob as ordens de Maurício, Cândido e Exupérnio, seus dignos comandantes, e finalmente reuniram-se ao imperador.

     Nesta ocasião, Maximiano ordenou um sacrifício geral, que deveria ser assistido por todo o exército. Também determinou um juramento de lealdade e de auxílio na extirpação dos cristãos das Gálias.Alarmados diante de tais ordens, cada um dos componentes da legião tebana recusou-se, por completo, a sacrificar e fazer os juramentos propostos. Extremamente enfurecido com a recusa, Maximiano ordenou que toda a legião fosse dizimada, isto é, que selecionassem um de cada dez homens, e os matassem a espada. Após a execução da ordem sanguinária, o restante permaneceu inflexível; por isso deu lugar à segunda dizimação: um de cada dez homens dos que ficaram vivos morreu de igual modo.

     Este segundo castigo não teve maiores efeitos que o primeiro; os soldados mantiveram -se firmes em sua decisão e em seus princípios. Porém, por conselho de seus oficiais declararam fidelidade ao seu imperador. Poder-se-ia pensar que isso abrandaria o soberano, mas o efeito foi contrário. Encolerizado diante da perseverança e unanimidade dos soldados, determinou que toda a legião fosse morta. A ordem foi executada pelas outras tropas, que os despedaçaram com suas espadas em 22 de setembro de 286 d.C.

     Fácil é ser cristãos em tempos de paz, difícil foi  sê-lo em tempos de perseguições…

     Soli Deo Glória

Anúncios
Categorias: Reflexões | Tags: , | Deixe um comentário

Navegação de Posts

Deixe seu comentário ou sua pergunta / resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Crie um website ou blog gratuito no WordPress.com.